Rede de Atendimento à criança e ao adolescente promove seminário para comemorar 27 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

Imprimir
PDF
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
Tamanho da Fonte:

Com o tema “27 anos do ECA: Cenário da Infância e Adolescência em Alagoas”, está programado para o próximo dia 13 de julho, das 8h às 18h, no auditório do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL), um seminário direcionado aos profissionais da rede de atendimento à criança e ao adolescente, onde serão discutidos temas de relevância e que podem resultar em ações mais eficazes para o público em foco. A abertura do evento ficará a cargo do procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto.

O seminário deverá reunir promotores de Justiça, representantes dos Poderes Judiciário e Legislativo, da Procuradoria Regional do Trabalho (PRT), do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), conselhos municipais, além de outras instituições e entidades. Todos eles vão se dividir entre palestras e mesas de discussão. E as primeiras palestrantes, com o tema “Principais Indicadores da Infância e Adolescência em Alagoas”, serão as promotoras de Justiça Cecília Carnaúba, da 19ª Promotoria de Justiça da Capital - e que tem atribuição na área de Educação, e Micheline Tenório, da 26ª Promotoria de Justiça da Capital, com atuação no campo da Saúde.

“Esse evento e os temas que nele serão abordados são de extrema importância para deixar clara a realidade da infância e da juventude vivida em nosso estado nas mais diversas áreas, dentre elas, a da saúde. É uma oportunidade de mostrarmos o que tem avançado ou regredido”, enfatizou Micheline Tenório.

Para o promotor de Justiça Luiz Medeiros, coordenador do Núcleo da Infância e da Juventude do 1º Centro de Apoio Operacional do Ministério Público (CAO), o evento também servirá para que as instituições e entidades possam alinhar ações em defesa das crianças e dos adolescentes, sempre fazendo uso da mesma linguagem.

“O seminário visa o fortalecimento da rede de proteção à criança e ao adolescente e a intenção é puramente de agregar todos que nela militam. E, claro, ao mesmo tempo, proporcionar aos colegas uma reciclagem sobre o tema. Queremos que todos adotem um procedimento uniforme, na capital e no interior, quando qualquer um se deparar com questões relacionadas a esse público tão carente de assistência”, ressaltou o promotor de Justiça.

A promotora de Justiça Alexandra Beurlen, da Infância e da Juventude, ressalta a obrigação de o Estado zelar pelas crianças e pelos adolescentes.

“Esse é um público vulnerável e que precisa da atenção do Estado, das instituições que têm, por obrigação, a missão de protegê-lo. Se cuidarmos dessas pessoas agora, cuidando da aplicação dos seus direitos da forma como rege o ECA e a Constituição Federal, certamente a probabilidade de termos problemas quando elas se tornarem adultas será bem menor”, disse a promotora de Justiça Alexandra Beurlen, da Infância e da Juventude.

Para defender “A Celebração dos 27 Anos do Estatuto da Criança e do Adolescente e o Sistema de Justiça” a juíza Fátima Pirauá, da 28ª Vara Cível de Maceió (Infância e Adolescência), e o promotor de Justiça Rogério Paranhos, foram os convidados.

Inscrições abertas

As inscrições estão abertas para quem tiver interesse em participar do seminário. Os interessados deverão se inscrever via e-mail, informando nome, órgão, município, e-mail e telefone para futuros contatos . Os certificados serão emitidos com carga horária de oito horas.

Os promotores de Justiça que também quiserem participar do evento poderão fazê-lo sem prejuízo de suas atividades funcionais, uma vez que, por ato administrativo, o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, irá dispensá-los da escala de trabalho.

Ao todo serão disponibilizadas 150 vagas e as inscrições devem ser feitas, impreterivelmente, até 12 de julho pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Conselho Nacional do Ministério Público Conselho Nacional dos Procuradores Gerais Associação Nacional dos Membros do Ministério Público Colégio de Diretores de Escolas dos Ministérios Públicos do Brasil Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público Associação do Ministério Público de Alagoas Tribunal de Justiça de Alagoas