Direitos Humanos em Pauta realiza palestra para educadores da rede municipal e estadual de ensino

Imprimir
PDF
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
Tamanho da Fonte:

Educadores da rede estadual e municipal de ensino receberam, nesta sexta-feira (14), uma capacitação sobre como detectar sinais de abuso sexual em crianças e adolescentes. Com a palestra Direito à Integridade Física e Emocional: Prevenção de Abuso Sexual, o evento aconteceu na sede das Promotorias de Justiça da Capital, no Barro Duro, e fez parte da programação do projeto “Direitos Humanos em Pauta”, coordenado pelas promotoras de Justiça Marluce Falcão e Dalva Tenório.
Destacando o crescente registro de situações envolvendo desrespeito aos direitos de crianças e adolescentes, praticado por parentes e pessoas próximas, a promotora de Justiça Dalva Tenório ministrou a palestra e destacou o papel dos educadores no contato com jovens vítimas de abuso sexual. A atividade também faz parte do programa “Com Criança Não se Brinca”, coordenado pela promotora de Justiça.

“São com os educadores que as crianças têm o primeiro contato na vida. E quando algo fora da normalidade acontece com eles, é na escola, junto aos professores que, na maioria das vezes, elas sentem segurança. Então, professores, pedagogos e todos os profissionais desta área são importantes. Eles devem lançar um olhar mais atento, descobrir mudanças de comportamento e detectar se há algo fora do lugar na vida desses pequenos. Por isso, estamos realizando os encontros e mostrando como devem agir ao se depararem com esse tipo de situação”, declarou a promotora de Justiça Dalva Tenório.

Para a promotora de Justiça Marluce Falcão as reuniões são importantes para formar uma corrente de proteção em torno dos direitos das crianças e adolescentes. “É necessário mudar essa situação trágica que vive parte de nossa juventude. Precisamos ficar unidos e mais conscientes dos nossos papéis nessa tarefa”, declarou no encerramento do encontro.

Conselho Nacional do Ministério Público Conselho Nacional dos Procuradores Gerais Associação Nacional dos Membros do Ministério Público Colégio de Diretores de Escolas dos Ministérios Públicos do Brasil Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público Associação do Ministério Público de Alagoas Tribunal de Justiça de Alagoas