Projeto Fale, Educação contará com atividades desenvolvidas pelo Batalhão Escolar da Polícia Militar de Alagoas

Imprimir
PDF
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
Tamanho da Fonte:

O projeto Fale, Educação, desenvolvido pelo Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL), contará com atividades promovidas pelo Batalhão Escolar da Polícia Militar de Alagoas (BPE). Durante uma reunião, realizada nesta segunda-feira (23), a Promotora de Justiça Cecília Carnaúba acertou os detalhes da atuação da unidade de policiamento dentro das ações que o projeto desenvolve na rede pública de ensino de Maceió.

Durante o encontro, o coordenador do Núcleo de Articulação Comunitária do BPE, tenente Alex Acioli Xavier, anunciou que foi qualificado como um dos primeiros alunos do Curso Internacional de Multiplicador de Polícia Comunitária e integrará a delegação de estudos formada para representar os estados brasileiros no Japão. Assim, conhecerá de perto como funciona o sistema Koban que é a forma utilizada pela polícia japonesa para ser inserida na rotina das comunidades daquele país.

“A participação do Batalhão Escolar dentro das atividades do Fale, Educação é de grande importância para o desenvolvimento do projeto. Temos a participação de profissionais das mais diversas áreas e agora contaremos com técnicos em segurança pública. E, este prêmio, concedido agora para o BPE, só mostra o nível de capacitação que os policias possuem, afirmou a promotora de Justiça Cecília Carnaúba, criadora do projeto.

O tenente Alex Acioli Xavier acredita que a participação do BPE no Fale, Educação aproximará ainda mais os policias e os cidadãos que fazem parte das comunidades onde as escolas estão inseridas. “O projeto tem uma grande relevância para a vivência das comunidades, já que se aproxima dos jovens. O melhor meio para mudarmos a realidade em que vivem é através desses adolescentes. O Batalhão faz questão de participar e dar sua cota de contribuição para o Fale, Educação, que é um projeto de sucesso do Ministério Público”, disse.

Segundo o tenente, as formas de participação do BPE nas ações do Fale, Educação acontecerá por meio de atividades intelectuais, com pequenos concursos de redações, leituras, oficinas e atividades físicas, já que o Batalhão possui em seu quadro funcional educadores físicos. “Teremos reuniões com as coordenações pedagógicas das escolas e saberemos quais as necessidades e a melhor forma de trabalharmos, já que cada unidade dessas tem sua realidade. Assim, poderemos traçar um cronogramas de atividades”.

Além da representante do órgão ministerial e do coordenador do Núcleo de Articulação Comunitária do BPE, também participaram da reunião a Soldado Tatiana Odisséia melo dos Santos e o soldado Cesar Rodrigo Santos Aragão.

Conselho Nacional do Ministério Público Conselho Nacional dos Procuradores Gerais Associação Nacional dos Membros do Ministério Público Colégio de Diretores de Escolas dos Ministérios Públicos do Brasil Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público Associação do Ministério Público de Alagoas Tribunal de Justiça de Alagoas