Clipping 28 de Novembro de 2017 - Gazeta de Alagoas e Tribuna Independente

Imprimir
PDF
Tamanho da Fonte:

Procurador-Geral de Justiça

O Ministério Público Estadual (MPE) não vai permitir que integrantes da Polícia Militar sejam punidos “por cumprir com suas obrigações”, disse ontem o procurador-geral Alfredo Gaspar de Mendonça. Ele se refere ao caso dos três integrantes de guarnição do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) que abordaram um coronel da PM/AL, durante blitz no Trevo do Gunga, e teriam sofrido retaliação. Fonte: Gazeta de Alagoas

Fazenda Estadual

A denúncia foi apresentada ontem, ao Ministério Público Estadual (MPE), pela diretoria do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado de Alagoas (SindCFC-AL) e donos das autoescolas. Segundo eles, a banca examinadora é composta apenas de 19 pessoas, e isso causaria a demora na marcação. Fonte: Gazeta de Alagoas

O promotor de Justiça Sidrack José do Nascimento ouviu as queixas e prometeu tomar providências. Ele afirmou que requisitará ao Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) alguns documentos com a intenção de sanar dúvidas e conhecer o funcionamento da banca examinadora. Além disso, ele convocará o diretor-presidente do órgão, Antônio Carlos Gouveia, que deverá explicar o motivo da demora na marcação dos exames. Fonte: Tribuna Independe

Conselho Nacional do Ministério Público Conselho Nacional dos Procuradores Gerais Associação Nacional dos Membros do Ministério Público Colégio de Diretores de Escolas dos Ministérios Públicos do Brasil Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público Associação do Ministério Público de Alagoas Tribunal de Justiça de Alagoas