Projeto 'Fale, Educação' retoma as atividades externas com palestras e interação em escolas públicas de Maceió

Imprimir
PDF
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
Tamanho da Fonte:

Após o sucesso em 2017, contribuindo indiscutivelmente com escolas públicas do Estado, primando pelos direitos e cidadania, o projeto 'Fale, Educação', do Ministério Publico Estadual de Alagoas (MPE/AL), que conta com total apoio da -Procuradoria-geral de Justiça, inicia a jornada de 2018 com dois eventos de grande relevância e que fazem parte da fase integração Cidadania. O primeiro é um curso de formação em Direitos Humanos, para educadores, e o outro trata de palestras destinadas aos alunos, nos estabelecimentos de ensino.

O início do curso de formação ocorre na proxima segunda-feira (12), onde será evidenciado o tema "Educação em Direitos Humanos", direcionado aos professores da educação básica. Durante quatro meses eles receberão instruçôes de cinco membros do Ministério Público além de professores da UFAL, Universidade Tiradentes (Unit) e Sebrae. A carga horária é de 26 horas aula e o curso tem 120 inscritos que receberão certificado de formação.

"O curso vai tratar de direitos humanos e princípios constitucionais que têm vinculação com o ambiente escolar. O Ministério Público quer formar os educadores para que possam trabalhar a cidadania de forma mais dinâmica com aos seus alunos", declara a promotora de Justiça, Cecilia Carnaúba, idealizadora do projeto.

Já no dia 16 de março, o Ministério Publico retoma o ponto crucial do 'Fale, Educação! que são as palestras promovidas nas unidades de ensino com apoio de 14 promotores de Justiça, um advogado e também outros profissionais voluntários, de áreas diversificadas, levando conhecimento sobre princípios constitucionais indispensável ao desenvolvimento ético/convivêncial dos alunos e colhendo redações, dos participantes,  para premiações no final do ano.

"Esses momentos são muito importantes, já que cada promotor repassa para os jovens informações trazidas da área que atuam conscientizando-os dos seus direitos, mas também dos seus deveres enquanto cidadãos", ressalta Cecília Carnaúba.

Em 2017 o 'Fale, Educação' contou com grandes parceiros que alicerçaram o projeto. E, por conta da credibilidade adquirida, mediante o compromisso na busca incansável pela cidadania e uma melhor escola para todos, o projeto tem atraído progressivamente mais pessoas e empresas dispostas a participar

Conselho Nacional do Ministério Público Conselho Nacional dos Procuradores Gerais Associação Nacional dos Membros do Ministério Público Colégio de Diretores de Escolas dos Ministérios Públicos do Brasil Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público Associação do Ministério Público de Alagoas Tribunal de Justiça de Alagoas